Título do Site Poesia&prosa

O que tens de diferente,tens de bonito!

Meu Diário
30/08/2018 23h35
"Controlemos nossas emoções!"

Resultado de imagem para imagem de pessoa emocionada

 

Nossas emoções são extremamente importantes, pois são elas que mobilizam nossa ação. São nossos pensamentos que acabam gerando as emoções, e essas emoções nos motivam a agir. Por exemplo. Nós  pensamos  em comprar um presente para quem  gostamos  e que estará de aniversário nessa semana.

 

Logo começamos  a  nos  sentir bem pensando no presente que daremos, da felicidade que iremos  proporcionar a essa pessoa. Essa emoção  nos motiva  a ir às compras, ou seja, ela que gera as ações, que posteriormente irão gerar os resultados em nossa vida.

 

Entretanto, se não possuímos controle sobre nossas emoções acabamos por ser controlados por elas. Se sentimos raiva, explodimos em fúria; se algo nos frustra, afundamos em tristeza; se alguém lhe mágoa, guardamos o rancor e o sentimento de vingança. Em suma, somos dominados por nossas emoções.

 

Mas,nós  podemos  mudar esse cenário. Diversas pesquisas vêm sendo realizadas na área da psicologia comportamental cognitiva, com o objetivo de aumentar a consciência e o controle de  nossas emoções.


Publicado por Maria Augusta da Silva Caliari em 30/08/2018 às 23h35
 
27/08/2018 23h11
"Benefícios da Cúrcuma!"

 

Resultado de imagem para imagens da cúrcuma

A cúrcuma, uma raiz da família do gengibre, é possivelmente uma das

substâncias da Natureza mais benéficas para a Saúde humana. Diversos estudos de alta qualidade mostram que ela oferece resultados importantes para corpo e cérebro. 

A CÚRCUMA CONTÉM COMPOSTOS BIOATIVOS COM POTENTES PROPRIEDADES MEDICINAIS

A cúrcuma é a especiaria que dá ao curry a cor amarela. Tem sido utilizada na Índia há milhares de anos como um tempero e também como erva medicinal.

Recentemente, a ciência começou a apoiar o que os indianos já sabiam há muito tempo. Ela realmente, contém compostos com propriedades medicinais  Estes compostos são chamados de curcuminoides, dentre os quais o mais importante é a curcumina.

A curcumina é o ingrediente ativo principal da cúrcuma. Ela tem efeitos anti-inflamatórios e é um antioxidante muito forte. No entanto, o teor de curcumina na cúrcuma não é tão alto. É cerca de 3% do peso da cúrcuma. 

A maioria dos estudos sobre esta erva utiliza extratos de cúrcuma que contêm em sua grande maioria a curcumina, com dosagens que variam entre 400mg a 1 grama por dia. Seria bastante difícil atingir estes níveis utilizando apenas a especiaria cúrcuma sobre seus alimentos. Portanto, se você pretende obter os efeitos completos, então o ideal é tomar um extrato que contenha quantidades significativas de curcumina.

A curcumina pura não é bem absorvida pela corrente sanguínea. Pesquisadores perceberam que para contornar esta dificuldade, basta consumi-la juntamente com pimenta preta, que contém piperina… uma substância natural que intensifica a absorção da curcumina em até 2000% . Será coincidência que os dois (cúrcuma e pimenta negra) sempre estiveram associados no curry e culinária indiana?

Quando há a associação de curcumina e piperina, a dosagem diária ideal para prevenção e manutenção da Saúde é de 500mg de Curcumina + 100mg de Piperina. A curcumina também é lipossolúvel, então pode ser uma boa ideia ingeri-la com uma refeição que inclua gorduras.

Resumindo: A cúrcuma contém curcumina, uma substância com propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes potentes. A maior parte dos estudos utilizou os extratos de cúrcuma que são padronizados para incluir grandes quantidades de curcumina.

A CURCUMINA É UM COMPOSTO ANTI-INFLAMATÓRIO NATURAL

A inflamação é um recurso do organismo para se equilibrar. Ela ajuda o corpo a combater os invasores e também desempenha um papel no reparo dos danos. Sem a inflamação, patógenos como as bactérias poderiam facilmente dominar nosso corpo e nos matar.

Embora a inflamação aguda (de curto prazo) seja benéfica, ela pode se tornar um grande problema quando é crônica (de longo prazo) e se dissemina de modo inapropriado pelos tecidos do corpo.

Acredita-se que a inflamação crônica e de baixo nível desempenhe um papel importante em quase toda doença ocidental crônica. Isto inclui cardiopatia, câncer, síndrome metabólica, mal de Alzheimer e várias doenças degenerativas 

Portanto, qualquer coisa que ajude a combater a inflamação crônica é de importância potencial na prevenção e até mesmo no tratamento destas doenças.

Os estudos demonstram que a curcumina tem forte efeito anti-inflamatório. Ela é tão poderosa que se compara à eficácia de algumas drogas anti-inflamatórias. A curcumina na verdade alveja múltiplas etapas na via inflamatória, em nível molecular.

A curcumina bloqueia o NF-kB, uma molécula que percorre o núcleo das células e aciona os genes relacionados à inflamação. Acredita-se que o NF-kB é um marcador relevante associado à diversas doenças crônicas

Mais estudos que comprovam que a curcumina é uma substância bioativa importante para combater a inflamação em nível molecular

Em vários estudos, sua potência foi comparada favoravelmente às drogas anti-inflamatórias farmacêuticas… sem os efeitos colaterais

Resumindo: A inflamação crônica é conhecida por contribuir com muitas doenças ocidentais comuns. A curcumina pode inibir muitas moléculas conhecidas por desempenhar um papel importante na inflamação.

 


Publicado por Maria Augusta da Silva Caliari em 27/08/2018 às 23h11
 
22/08/2018 14h16
"Os baobás!"

"Baobás milenares africanos estão morrendo e assustam pesquisadores!"

Os baobás são conhecidos por seus imensos troncos e é uma árvore fundamental para a filosofia africana, além de ser um alicerce da cultura. Infelizmente, durante a última década, cerca de 9 dos 13 exemplares estão morrendo ou ficando doentes, gerando grande preocupação em pesquisadores.

A causa?

Ninguém nunca descobriu o real motivo, mas pesquisadores acreditam que seja resultado da mudança climática, devido a região ser uma das áreas mais atingidas pelo aquecimento global da África.

Entre as vítimas do fenômeno está uma tríade de baobás com pelo menos 2 mil anos de idade, localizada no Zimbábue e na África do Sul.

 

Os baobás são considerados os maiores do mundo com um tronco que mede mais de 10 metros de diâmetro e podem ser cultivadas por suas folhas e frutas nutritivas. Além de se revelarem como fonte de desenvolvimento econômico, sendo ecologicamente significativas, fornecendo alimento e habitat para uma variedade enorme de mamíferos, pássaros, insetos e répteis.

O baobá é muito importante para as comunidades, inclusive, um mito muito comum explica a forma única do baobá, como resultado de deuses punindo a árvore por sua vaidade em seu tamanho, sendo arrancado e virado de cabeça para baixo com suas raízes voltadas para cima.

Além disso, sua presença se dá na religiosidade, que associa sua existência como uma conexão entre o mundo imaterial e material, sendo considerada até mesmo uma “árvore da vida” no candomblé, não podendo ser nunca cortada ou arrancada.


Publicado por Maria Augusta da Silva Caliari em 22/08/2018 às 14h16
 
19/08/2018 13h37
"A expressão das emoções!"

 

  "A  expressão das emoções!"

A expressão das emoções é de extrema relevância na interação social.

Ao manifestar emoções uma pessoa transmite e comunica a outra o que sente, seja de forma intencional ou não consciente.

Essa mensagem poderá ter efeitos nas emoções e comportamentos do recetor, dependendo da sua sensibilidade e precisão no reconhecimento emocional.

Entre os vários canais de expressão das emoções destacamos a face e a vocalização.

A importância das expressões faciais tem sido uma das mais reconhecidas e investigadas,

nomeadamente em estudos de julgamento, nos quais se avalia a precisão e rapidez no reconhecimento da emoção predominante.

Estudos nesta linha, realizados em diferentes culturas, contribuíram para que alguns autores propusessem que seis emoções básicas (alegria, medo, raiva, tristeza, repugnância, surpresa).

São reconhecidas universalmente na face, por apresentarem configurações específicas, expressas de forma semelhante em diferentes culturas.

A dor, em particular, assume um papel central num contexto clínico, pelo que o seu reconhecimento por parte de profissionais de saúde assume elevada importância na tomada de decisão clínica. Embora menos estudada, tem sido advogada a sua expressividade prototípica na face. 

Sendo a expressão emocional relevante para a comunicação social, o seu adequado reconhecimento é crucial para profissionais que lidam diariamente com outras pessoas e fazem julgamentos sobre o seu estado físico  e emocional.

Num contexto clínico, expressões como a tristeza e a dor podem sinalizar sofrimento, gravidade do problema, pedido de ajuda, e tendem a desencadear preocupação empática, sendo esta relevante  na comunicação médico – paciente.

Porém, a sensibilidade às emoções dos outros pode ficar comprometida em profissionais de saúde, derivado de stresse continuado que, por vezes, culmina em exaustão emocional.

Bibliografia:

(Kappesser & Williams, 2002)

(Belin, Fillion-Bilodeau, & Gosselin, 2008). (Kappesser & Williams,

2002; Simon, Craig, Gosselin, Belin, & Rainville, 2008).


Publicado por Maria Augusta da Silva Caliari em 19/08/2018 às 13h37
 
19/08/2018 13h32
"As saídas para a exaustão emocional!"

As saídas para a exaustão emocional

 

A melhor maneira de superar a exaustão emocional é, naturalmente, descansando. Você tem que encontrar tempo livre para relaxar e ficar calmo.

As pessoas que se exigem muito passam anos sem, por exemplo, tirar férias. Isso não pode acontecer. Mais cedo ou mais tarde, só leva à fadiga. Então, uma boa ideia é tirar alguns dias para dedicar ao descanso.

Outra solução é trabalhar para construir uma atitude diferente diante das obrigações diárias.

Cada dia deve incluir horários para dedicar aos compromissos e também momentos para descansar e realizar atividades que sejam gratificantes.

Devemos deixar de lado as obsessões de perfeição ou realização.

Finalmente, é muito importante nos sensibilizarmos com nós mesmos. Para isso, nada melhor do que dedicar um momento a cada dia para ficarmos sozinhos.

Respirar, nos reconectar com o que somos e com o que desejamos. É fundamental desenvolver uma atitude de compreensão e bondade com nós mesmos.

Caso contrário, mais cedo ou mais tarde, será impossível seguir adiante e a vida  é bela!


Publicado por Maria Augusta da Silva Caliari em 19/08/2018 às 13h32



Página 10 de 16 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » [«anterior] [próxima»]



Site do Escritor criado por Recanto das Letras