Título do Site Poesia&prosa

O que tens de diferente,tens de bonito!

Meu Diário
02/12/2018 23h39
"Piercing III!"

Just the top lip piercing

 

No antigo Egito homens e mulheres apresentavam orelhas furadas, e plugs. Pessoas usariam grandes tampões, medidores e brincos estilo aro, na época era um estilo muito popular. Os povos indígenas da América também usavam tampões, como  os maias e astecas. Homens incas usavam ouro e prata para representar nobreza. Outras culturas usava prata, marfim, e até mesmo velas de âmbar.

Os piercings no nariz foram originalmente trazidos para áreas como a Índia pelos imperadores Mughal e as mulheres usavam em sua narina esquerda. Na cultura indiana, eles acreditam que o lado esquerdo do corpo é feminino e um piercing no nariz vai diminuir a dor no corpo de uma mulher quando ela está menstruada ou em trabalho de parto. Em certas áreas do Norte de África e no Oriente Médio ainda é costume para os noivos dar a sua noiva um piercing de nariz de ouro no casamento. O tamanho do brinco pode indicar a classe do noivo, um brinco grande com várias pedras pode indicar um noivo com muitas posses e que é capaz de sustentar a família. Além disso, se o casal se divorciar a mulher pode vender o brinco para ajudar em seu sustento.


Publicado por Maria Augusta da Silva Caliari em 02/12/2018 às 23h39
 
02/12/2018 23h31
Piercing II

 

cute multiple daith ear piercing jewelry ideas for women in gold

 

Desde as perfurações na orelha até no septo, o uso de piercing ultrapassa milênios e é costume de diversos tribos em todo o mundo. Para muitos grupos o uso de piercing é um tipo de expressão cultural extremamente importante e faz parte até mesmo de cerimônias de casamento.

 As pessoas não imaginavam que os egípcios antigos se interessavam por piercings. Otzi é a múmia mais antiga já encontrada, e ele viveu por volta de 3.300 aC, cerca de 2.000 anos antes de King Tut, outra múmia que também tinha as orelhas furadas. Otzi tinha perfurações da orelha de cerca de 7-11mm. Além do Antigo Egito, as perfurações também faziam sucesso na Roma Antiga, sendo Júlio César um dos adeptos.

Os brincos não eram apenas para pessoas ricas ou membros da realeza. Muitos marinheiros perfuraram seus ouvidos para que os brincos fossem retirados e penhorados para o seu funeral. Além disso, algumas tribos primitivas acreditavam ter orelhas furadas pois eles acreditavam que poderia protege-las contra o Diabo. De acordo com suas crenças o metal poderia afastar o Diabo de falar através dos ouvidos.

 


Publicado por Maria Augusta da Silva Caliari em 02/12/2018 às 23h31
 
02/12/2018 23h23
"Piercing!"

 

 

 

Argolinhas segundo e terceiro furos...Origem dos piercings

O piercing da ala do nariz é proveniente da Índia, onde se reservava às castas mais altas. Já o septo nasal perfurado é originário da Nova-Guiné. Na época dos faraós, o piercing no umbigo era exclusivo da família real. Os antigos Maias praticavam a arte da perfuração, furando os lábios, o nariz e as orelhas.

Body piercing é uma prática utilizada há mais de 5.000 anos e sempre esteve relacionado a expressões culturais e rituais religiosos. Atualmente o propósito de se perfurar um piercing é meramente visual, moda entre os adolescentes e também adultos. Os piercings deixaram de ser tabu e tornou-se comum entre as pessoas.


Publicado por Maria Augusta da Silva Caliari em 02/12/2018 às 23h23
 
10/11/2018 12h29
"Chega o Sol benevolente !"

 

passaros

 

Esse nosso Mundo é muito  mais belo  de  madrugada
Quando os pássaros  começam voar  e o Homem dorme


Chega o Sol benevolente enbelezando  a relva  molhada

Devolvendo  ao Mundo a  nova cor antes tão disforme


Mas é breve  todos aqueles tresloucados momentos

Instantes ! após toda beleza na cidade começa  o caos


Ao longe esse caos vai trepidando  em busca de intentos
Seus passos, lentos, se apressando e tudo cheirando mau


As pessoas com muita  pressa, loucos  atropelando-se
Com pouco tempo, poucos sonhos,  sempre reclamando!

 


Publicado por Maria Augusta da Silva Caliari em 10/11/2018 às 12h29
 
28/10/2018 22h08
"Calor da Noite é minha sombra!"

 

L

 

Sinto o coração sempre  em ação


Ecoando em  uma  certa direção


E mesmo que  eu grite um não

Parece que  eu  posso ter perdão!

O calar da noite é minha sombra

Onde estrelas brilham no meio

Desse  vácuo lá do intenso universo


Agora bate saudades dos teus lábios


Estes que  hoje são a minha vontade

Incondicional desse amor  tão desigual


Como uma  dor crescente de maldade

O vento passou a correr frio corpo gela


E bate a falta de sua presença especial


Calor molecular que entorpece a pele!


Encantador é esse olhar teu voluntarioso


Que reflete  teu espírito  e coração bondoso


Feliz estou pelo teu amor bonito e caprichoso!

 


Publicado por Maria Augusta da Silva Caliari em 28/10/2018 às 22h08



Página 6 de 15 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » [«anterior] [próxima»]



Site do Escritor criado por Recanto das Letras